Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização.

Notícias

II Fórum Transfronteiriço de Cooperação para a Internacionalização acontece online a 19 de Novembro

Promovido pela ADRAL no âmbito do projeto CETEIS

II Fórum Transfronteiriço de Cooperação para a Internacionalização quer catapultar empresas da região a vender no estrangeiro

 

  • O Evento é gratuito e realiza-se online no próximo dia 19 de Novembro;
  • Empresas são convidadas a contactar com outros participantes da zona EUROACE (Euro-Região do Alentejo, Centro de Portugal e Extremadura Espanhola);

 

A ADRAL, Agência de Desenvolvimento da região Alentejo, promove no próximo dia 19 Novembro o II Fórum Transfronteiriço de Cooperação para a Internacionalização. Este evento é gratuito, decorre online, em local a anunciar e insere-se no âmbito do projeto CETEIS - Centros Transfronteiriços de Apoio ao Empreendedor Inovador.

Os interessados podem consultar o programa e realizar a sua inscrição através do site: https://forum-cooperacao-internacionalizacao.b2match.io.

O principal objetivo do Fórum Transfronteiriço de Cooperação para a Internacionalização é reunir entidades e promotores para partilhar os seus projetos inovadores desenvolvidos na zona EUROACE (Euro-Região do Alentejo, Centro de Portugal e Extremadura Espanhola), assim como o trabalho que tem vindo a ser desenvolvido neste território, no âmbito do projeto CETEIS, em matéria de empreendedorismo e inovação, tendo em vista o aumento da competitividade desta região ao nível da internacionalização no atual contexto económico e social da União Europeia.

«É objetivo da ADRAL através de projetos como o CETEIS promover a competitividade das empresas da região nos mercados externos. A partilha de experiências, boas práticas e, sobretudo o diálogo entre todas as entidades, tornou este projeto num caso de sucesso. Queremos agora com o Fórum Transfronteiriço de Cooperação para a Internacionalização fechar esta iniciativa com “chave de ouro”, refere Alexandra Correia, Coordenadora do Departamento de Desenvolvimento e Cooperação da ADRAL.

Através deste fórum será dada a possibilidade de colocar em contacto empresas e entidades das três regiões da EUROACE, com objetivo de cooperarem em atividades de internacionalização futuras. Para tal da parte da tarde serão promovidas reuniões 1:1 on-line em parceria com o IAPMEI – Enterprise Europe Network - rede que apoia as PME a internacionalizar, através, entre outros, da divulgação de informação útil para as empresas e da organização de eventos de matching entre empresas europeias.

 

O projeto CETEIs - Centros Transfronteiriços de Apoio ao Empreendedorismo Inovador - é uma iniciativa cofinanciada no âmbito do Programa de Cooperação Transfronteiriça Interreg V-A Espanha-Portugal (POCTEP) 2014-2020.

O Programa do evento ficará disponível em breve, assim como o acesso para inscrições.

Sobre a ADRAL

A ADRAL, Agência de Desenvolvimento da Região Alentejo foi criada em 1999 por um conjunto de entidades publica e privadas, com interesse em fomentar a promoção do desenvolvimento regional do Alentejo e o fortalecimento da sua base económica e produtiva, em cooperação com os demais agentes e entidades da região, do País ou de outros países, nomeadamente dos que integram a União Europeia, cuja atividade concorra para o mesmo fim.

 

informações contacte p.f.:

HORA Comunicação: 266 785 627
João Nasi Pereira - tel. 91 259 2944 Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

ADRAL, Agência de Desenvolvimento da Região Alentejo: 266 769 150
Alexandra Correia – Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

PORTUGAL VENCE “THE BLUE GROWTH ELEVATOR PITCH COMPETITION”( projeto MISTRAL)

PORTUGAL VENCE

"THE BLUE GROWTH ELEVATOR PITCH COMPETITION"

 

"The Blue Growth Elevator Pitch Competition" decorreu no passado dia 22 de outubro, constituindo um momento público e oficial de apresentação de 17 pitchs de ideias de negócio, na área do crescimento azul, originários de 9 regiões mediterrânicas, de 7 países europeus (França, Portugal, Itália, Grécia, Chipre, Croácia e Espanha). Este evento, para além de ter sido presidido por um corpo de jurados de especialistas internacionais contou, na assistência, com responsáveis da DG MARE. A iniciativa consubstancia o desafio final do concurso de ideias de negócio para o crescimento azul: “The Blue Business Plan Competition”, desenvolvido no âmbito do projeto INTERREG MED MISTRAL https://mistral.interreg-med.eu/fr/ , à escala europeia e nacional.

Os dois finalistas, da edição portuguesa deste concurso de ideias de negócio, venceram esta competição internacional, dando provas da sua determinação e da consistência das suas ideias de negócio, obtendo as seguintes distinções honrosas:

VENCEDOR DO GRANDE PRÉMIO "The Grand Prix": Frank Neumann

Projeto: SUBTROPHI - visa promover soluções para aquicultura de macroalgas e bivalves em mar aberto, através de submersão dos cultivos em condições adversas.

VENCEDORA DO PRÉMIO ELOQUÊNCIA "The Prize for Eloquence": Ana Portada

Projeto: OCEANÁRIO XR - visa criar experiências virtuais para ajudar pequenos e graúdos a viver o mundo aquático sem efetivamente mergulhar.

A ADRAL – Agência de Desenvolvimento Regional do Alentejo, foi o parceiro MISTRAL responsável pelo concurso de ideias em Portugal, com a parceria associada da CCDR Alentejo e a parceria local da Câmara Municipal de Sines.

Numa primeira fase, este concurso visou selecionar as melhores ideias de negócio no setor do crescimento azul. Para o efeito, abriu candidaturas e promoveu apoio especializado aos empreendedores selecionados, durante uma semana intensiva, através de workshops e ações de mentoria, com apoio especializado do Sines Tecnopolo.

Após essa fase, foram escolhidas as 5 melhores ideias de negócio, que apresentaram publicamente os seus pitchs, a 24 de setembro de 2020. O júri de especialistas deste evento distinguiu as 2 melhores ideias de negócio para o crescimento azul. Os dois vencedores nacionais representaram Portugal na final internacional e venceram novamente!

 

 

OCS da Região Alentejo, aniversários em novembro de 2020

Aniversário em novembro 2020 OCS da Região Alentejo

 

O Futuro do Planeta não é Reciclável

A preocupação com o futuro do planeta está na ordem do dia. Mas depois de tantas campanhas a explicar como reciclar e onde depositar as embalagens usadas, os portugueses continuam a não estar totalmente mobilizados. Por isso, nesta campanha, em vez de voltar a dizer às pessoas aquilo que elas já sabem, vamos dizer-lhes o que elas não sabem.

Vamos mostrar que há um "porquê" que é maior que todos nós. E que existe um serviço público desenvolvido pela Environment Global Facilities (EGF) e pelas suas concessionárias, que não funciona se cada um não fizer a sua parte. Se falar apenas das coisas que podemos reciclar não é suficiente, vamos falar nas coisas que não podemos reciclar.

É tempo de mudança! É tempo que o cidadão assuma o seu papel de gestor de recursos e adote comportamentos ambientais adequados, protegendo o planeta, reduzindo, reutilizando e reciclando.

Veja aqui toda a campanha feita de Norte a Sul do país. Poderá acompanhar todo o processo de criação de anúncios, assim como todas as outras atividades realizadas no âmbito desta campanha de comunicação ambiental estratégica que tem como objetivo sensibilizar e educar os diferentes públicos-alvo para a importância nacional de cumprimento das metas comunitárias, com especial enfoque para a meta de retoma de recolha seletiva e para a meta de preparação para reutilização e reciclagem.

A campanha O Futuro do Planeta Não é Reciclável é uma campanha das concessionárias EGF, cofinanciada pela União Europeia através do Programa Operacional de Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (PO SEUR). Conheça aqui a operação cofinanciada.

A Estratégia Portugal 2030 já foi aprovada

Conselho de Ministros aprovou a Estratégia Portugal 2030, enquanto referencial de planeamento das políticas públicas de promoção do desenvolvimento económico e social do país.

Estratégia encontra-se estruturada em torno de quatro agendas temáticas centrais para o desenvolvimento da economia, da sociedade e do território de Portugal no horizonte de 2030: um melhor equilíbrio demográfico, maior inclusão, menos desigualdade; digitalização, inovação e qualificações como motores do desenvolvimento; transição climática e sustentabilidade dos recursos; e um país competitivo externamente e coeso internamente.

Esta Estratégia consubstancia a visão da próxima década de recuperação e convergência de Portugal com a Europa, entretanto interrompida com a pandemia da doença Covid-19, assegurando simultaneamente a coesão e a resiliência social e territorial interna, e assume-se como referencial estratégico para as políticas públicas em Portugal e para a mobilização das respetivas fontes de financiamento nacionais e comunitárias, incluindo o Plano de Recuperação e Resiliência.

 

Dia dos Jornalistas Pela PAZ - 27 de outubro de 2020

Subcategorias