Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização.

Notícias

Dia de Portugal na Extremadura 2020

Clique na imagem para consultar o programa

Dia Mundial do Ambiente

 

            

A Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo( CCDRA), assinala o Dia Mundial do Ambiente, 5 de junhopreparando o concurso público internacional para a elaboração da Estratégia Regional de Adaptação às Alterações Climáticas (ERAACA).

Este projeto, financiado a 85% pelo POSEUR, foi objeto de uma reprogramação física e financeira, terá um custo de cerca 345 mil euros e a duração prevista de 2 anos.

A necessidade e a importância de definir e elaborar uma estratégia regional de adaptação às alterações climáticas para o Alentejo prende-se com um conjunto de ameaças que se poderão acautelar e oportunidades que se poderão aproveitar se houver um planeamento e gestão adequadas.

Por exemplo, no lado das ameaças:

  • O Alentejo é uma das regiões mais afetadas pelas alterações climáticas na Europa devido ao efeito combinado dos aumentos de temperatura e diminuição da precipitação numa região que já se encontra situada numa franja climática próxima do limite da habitabilidade e em processo de desertificação
  • A economia do Alentejo é fortemente dependente do sector primário e do turismo, que serão fortemente prejudicados pelas alterações climáticas previstas. 
  • O Alentejo tem um baixo nível médio de desenvolvimento socioeconómico, o que vulnera a capacidade de adaptação das comunidades locais às alterações do clima.  

No lado das oportunidades, é importante salientar:

  • O Alentejo reúne as competências académicas e as motivações a nível municipal, intermunicipal e regional necessárias para a adequada planificação e execução de políticas de adaptação às alterações climáticas. 
  • O Alentejo ocupa um terço da área do País pelo que a estratégia regional terá um impacto significativo a nível nacional podendo constituir-se como exemplo a replicar noutras regiões.   
  • O Alentejo lidera políticas de mitigação das alterações climáticas a nível nacional—produz 67% da energia fotovoltaica em Portugal—, podendo apresentar-se como região resiliente às alterações climáticas (“climate change proof”) se combinar excelência na mitigação e na adaptação.  

A proposta de realização da ERAACA resulta da confluência de esforços e de vontades partilhadas entre instituições do poder central desconcentrado (CCDRA, ICNF, APA, ARSA), poder local (Municípios e Comunidades Intermunicipais do Alto Alentejo, Alentejo Central, Baixo Alentejo e Alentejo Litoral), universidades (Évora), e empresas públicas e privadas do sector primário e secundário.

Newsletter do CircPro

Divulga-se a Newsletter CircPro de 27-05-2020, que tem por objetivo difundir informação relevante relacionada com o projeto CircPro.

Recorda-se que o projeto Smart Circular Procurement - CircPro, apoiado pelo programa INTERREG Europe, visa promover uma transição para a Economia Circular, ao nível nacional e regional, através da sua implementação em processos e procedimentos.

 

Clique na imagem para aceder à Newsletter do CircPro

PLANO DE CONTINGÊNCIA DA CCDR ALENTEJO COVID 19 (atualizado junho 2020)

PLANO DE CONTINGÊNCIA DA CCDR ALENTEJO COVID 19

OCS da Região Alentejo, aniversários em junho de 2020

Aniversário em junho 2020 OCS da Região Alentejo

 

Nova edição do “País Positivo” destaca o Dia da Europa

Conheça a nova edição do “País Positivo”, distribuído com o Semanário SOL, no dia 23 de maio.

 

Em destaque na edição n.º 135 do “País Positivo”, entre outros temas:

 

  • Entrevista ao Secretário de Estado do Planeamento, José Gomes Mendes, que esclarece as grandes linhas estratégicas a serem aplicadas neste tempo de impacto económico;

 

  • Entrevista à Secretária de Estado dos Assuntos Europeus, Ana Paula Zacarias, que faz uma radiografia do Estado da Europa;

 

  • Isabel Ferreira, Secretária de Estado da Valorização do Interior, explica quais são as linhas estratégicas para valorizar estes territórios;

 

  • João Catarino, Secretário de Estado da Conservação da Natureza, das Florestas e do Ordenamento do Território, traça o futuro do setor da Floresta Portuguesa;

 

  • Entrevista com Roberto Pereira Grilo, Presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo (CCDR Alentejo), que explica as essenciais linhas estratégicas de apoio do Programa Operacional Regional Alentejo 2020 e os investimentos que estão a mudar esta Região;

 

  • Rita Marques, Secretária de Estado do Turismo, abre o tema primordial da “Importância do Turismo Sustentável” nos dias de hoje;

 

Imagem PO CH - Formandos

 

  • Joaquim Bernardo, Presidente da Comissão Diretiva do Programa Operacional Capital Humano (PO CH) apresenta as características deste Programa em cinco eixos fundamentais;

 

  • Entrevista a Helena Pereira, Presidente do Conselho Diretivo da Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT) que aborda os novos projetos de investigação e desenvolvimento tecnológico: Research 4 Covid-19;

 

  • Helena Pinheiro de Azevedo, Presidente da Comissão Diretiva do Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (PO SEUR), explica os eixos de investimento deste Programa.

 

 

Imagem Anúncio PT2020 - Dia da Europa

 

Saiba mais, consultando a edição n.º 135 do “País Positivo.

Programa "Europa para os cidadãos"

O Centro de Informação Europeia Jacques Delors (CIEJD), enquanto Ponto de Contacto Nacional do “Programa Europa para os cidadãos” relembra que está aberta a candidatura à medida projetos da sociedade civil, até 1 de setembro de 2020.

Prevê-se ainda a abertura, para breve, da candidatura à 2ª fase das medidas geminação de cidades e redes de cidades, com data-limite também até 1 de setembro de 2020.

Sendo assim, e no sentido de responder a dúvidas que possam surgir quanto à elegibilidade dos concorrentes, objetivos e prioridades do programa, financiamento e critérios de seleção, entre outros, o CIEJD propõe a realização / dinamização de pequenos workshops, em formato digital.

No caso de estar interessado em participar num destes workshops, por favor contacte-nos, por mail (Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.) ou por telefone (211 225 031/25/13), de forma a combinar qual a plataforma a utilizar (zoom, cisco, ou outra qualquer).

 

10 medidas para adaptação das Cidades no período pós-COVID-19 - Uma reflexão do URBinLAB10 medidas para adaptação das Cidades no período pós-COVID-19 - Uma reflexão do URBinLAB

 

Na sequência das questões suscitadas pelo COVID-19, o Grupo de  Investigação URBinLAB, da FA-ULisboa, produziu um conjunto de reflexões que se sintetizam em 10 medidas para adaptação das Cidades no período pós-COVID-19.

http://urbinlab.fa.ulisboa.pt/index.php/news2

 

Saiba mais aqui 

Guia Fiscal do Interior : já disponível no Portal do Governo.

Clique na imagem para consultaGuia Fiscal do Interior : já disponível no Portal do Governo.

ESTUDO SOBRE IMPACTO COVID: DESEMPREGADOS INSCRITOS NO IEFP ( ensaio de sistematização da informação relativa aos dados dos desempregados inscritos no IEFP)

Desempregados inscritos no IEFP
Variação homóloga março 2020 vs. março 2019
Amável Candeias *

A informação de base para este estudo foi retirada do sitio da internet do Instituto de Emprego e Formação
Profissional (IEFP) e reporta-se aos desempregados que se encontravam inscritos à procura de emprego no mês
de março de 2020. Este acervo de dados compilados pelos Serviços de Emprego, desagregados ao nível
concelhio, corresponde à informação mais atualizada que aquele instituto disponibiliza.
O objetivo desta sistematização dirige-se à tentativa de perscrutar a influência que a nova pandemia do Covid19
e as medidas subsequentes aplicadas à sociedade em geral e ao sector económico em particular, tiveram no
fenómeno do desemprego. Para tanto, estabeleceu-se a realização de uma comparação homóloga,
relativamente ao quantitativo de desempregados que se encontravam inscritos naqueles serviços à data de
março de 2019. A análise baseou-se na observação das variações percentuais que se verificaram.
Se se atender ao facto de o efetivo de desempregados ter vindo a delinear uma trajetória descendente, contínua
e sustentadamente desde 2013, facilmente se poderá concluir que o aumento repentino que se verificou em
março passado se deve em larga escala aquela pandemia. Acresce que a contaminação viral só se começou a
manifestar com mais intensidade a partir de meados daquele mês de março, o que nos alerta para um aumento
bastante mais substantivo nos próximos meses.

Clique aqui para ler o estudo

Subcategorias