A Região do Alentejo adere à Rede Europeia de Regiões com Desafios Demográficos – RERDD



 

 

18.10.2016

As alterações demográficas e o impacto que estas provocam no domínio económico, social e da saúde tornaram-se um dos principais desafios à coesão com que se confronta a União Europeia. Segundo as previsões, até 2060 a população da UE aumentará de 502 para 517 milhões de pessoas, mas a idade média será muito mais elevada do que a que se regista actualmente, prevendo-se que 30% da população europeia terá então 65 anos ou mais, determinando este acentuado envelhecimento algo como 29% do PIB destinado a pensões, prestações sociais e recursos associados à saúde.

Para reflectir e sensibilizar as entidades e decisores aos diferentes níveis, do local ao europeu, sobre estas questões fundamentais, diversas regiões com representação em Bruxelas fundaram, em 2006, a Demographic Change Regions Network – DCRN (em português RERDD – Rede Europeia de Regiões com Desafios Demográficos) precisamente com o objectivo de reunir os Gabinetes das regiões afectadas pelos desafios gerados pelas mudanças demográficas, como o envelhecimento, o declínio populacional e as migrações, colocando estas questões na ordem do dia das instituições europeias e promovendo a reflexão atempada dos seus impactos e meios de os ultrapassar ou minimizar.

A RERDD é, pois, uma rede aberta e informal, baseada na livre vontade de participar dos seus membros e inscrita no Registo de Transparência da UE. A sua actividade consiste na realização de reuniões periódicas, de sessões de brainstorming, seminários, workshops, encontros e difusão de boas práticas no sentido de alcançar os seus principais objectivos: reforçar a sensibilização das instituições europeias sobre as necessidades específicas das regiões afectadas pelas alterações demográficas; cooperar com as instituições da UE – em particular com o Parlamento Europeu, a Comissão Europeia e o Comité das Regiões, na partilha de informações e experiências sobre questões relativas às alterações demográficas; melhorar a cooperação sobre questões demográficas entre os gabinetes regionais com representação em Bruxelas para o desenvolvimento de projectos comuns; e promover a cooperação entre as regiões e as partes interessadas, tais como ONGs e universidades.

Conta actualmente com a participação de 7 países e várias regiões da Alemanha, Espanha, Holanda, Finlândia, França, Suécia e Polónia às quais se juntará em breve Portugal, graças à participação das regiões do Alentejo e do Centro, no contexto da Comunidade de Trabalho EUROACE.

Não estando representada ao nível regional em Bruxelas, a CCDR Alentejo aceitou de bom grado o convite para integrar a RERDD e assim poder associar-se à abordagem técnica e política destas importantíssimas temáticas, numa parceria e partilha de representação através do Gabinete que o Governo da Extremadura mantém na capital europeia.

Para saber mais sobre esta rede, consulte o site http://www.dcrn.eu/.

© 2021 Copyright: DSTIC | CCDR Alentejo