Sines comemora elevação a cidade



Câmara Municipal de Sines comemorou a 12 de julho o 24.º aniversário de elevação de Sines a cidade com um programa que incluiu a abertura de equipamentos públicos e de património municipal, resultado de investimentos acima de 920 mil euros.

Presidiu a estas comemorações o Secretário de Estado Adjunto e do Desenvolvimento Regional, Carlos Miguel.

O Secretário de Estado esteve acompanhado pelo Presidente da Câmara, Nuno José Mascarenhas, pelo Presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo e da Comissão Diretiva do Alentejo2020, António Ceia da Silva e pela Diretora Regional da Cultura do Alentejo, Ana Paula Amendoeira, entre outras entidades.

As comemorações tiveram início com uma receção nos paços do Município.

Foram inaugurados projetos cofinanciados pelo Programa Operacional Regional ALENTEJO2020 nomeadamente  as Fábricas Romanas,  a Casa-Forte do Museu- Castelo  de Sines e  a Qualificação do Canto Mosqueiro e Suporte à Visitação da Costa do Norte.

As Fábricas Romanas do Largo João de Deus, agora recuperadas e musealizadas, permitem que um conjunto de tanques de salga de peixe do período romano (século I) fique finalmente exposto ao público numa estrutura que recria a sua volumetria original, facilita a visita e comunica a sua história. Foi uma operação com um custo total elegível de 194 571,68 €, cofinanciado pelo programa operacional Alentejo 2020 / Portugal 2020, com fundos FEDER / União Europeia, o que se traduziu numa comparticipação comunitária de 165 385,94 €.

Na Casa-Forte, um investimento municipal, passam a estar expostos os principais tesouros do Museu de Sines, como o Tesouro do Gaio (século VII A.C.), a coleção de moedas de José Miguel da Costa e o “Tesouro do Africano”, descoberto em Sines em 2012, composto por moedas de prata, algumas das quais cunhadas na América.

Também no contexto das comemorações, foi aberto ao público o passadiço integrado na operação de Qualificação do Canto Mosqueiro e Suporte à Visitação da Costa do Norte. A construção deste passadiço teve como objetivo desincentivar o pisoteio e permitir uma melhor recuperação dos sistemas costeiros, desenvolvendo também um recurso turístico sustentável. A operação, que inclui também a qualificação da zona do Canto Mosqueiro, a decorrer, tem um investimento elegível de 568 205,89 €, cofinanciado pelo programa operacional Alentejo 2020 / Portugal, com fundos FEDER / União Europeia, o que se traduz numa comparticipação comunitária de 482 975,01 €.

As comemorações prosseguiram, no Pátio das Artes, com a apresentação pública do glossário dos dizeres de Sines resultante do “Dizeres”, um projeto do Arquivo Municipal de Sines, com parceria científica da Universidade de Évora e apoio do programa Tradições da EDP Produção. O projeto, que decorreu até finais de 2019, teve como objetivo a recolha e documentação deste património imaterial, para sua salvaguarda como parte da história e da identidade do concelho de Sines.

Visita ainda ao projeto de Reabilitação do Espaço Público do Bairro 1º de Maio e às obras de Expansão da ZIL 2.   

O programa das comemorações foi concluído com a entrada em funcionamento da nova fonte do Jardim das Descobertas, que assinala também a conclusão da empreitada de reabilitação do lago onde é implantada, um investimento municipal de 158 348 €.

© 2021 Copyright: DSTIC | CCDR Alentejo