CRI Alt reúne conselheiros para a inovação na CCDR Alentejo



No processo de preparação do Programa Regional e no sentido de preparar um modelo de governação adequado, para acompanhar a Estratégia Regional de Especialização Inteligente (EREI), justificava-se uma reflexão conjunta por parte dos membros do Conselho Regional de Inovação – CRI Alt.

Esta reflexão aconteceu hoje, dia 31 de agosto, no auditório da CCDR Alentejo, a qual contou com a presença de mais de 30 conselheiros representantes dos municípios e comunidades intermunicipais, instituições de ensino superior (Universidades e Politécnicos), instituições de investigação cientifica, PACT, ADRAL, Fundação Eugénio de Almeida, Comissão Diretiva do PO Regional Alentejo 2020, Órgão de Acompanhamento das Dinâmicas Regionais (OADR), Direção de Serviços do Desenvolvimento Regional, entre outros.

Nesta sessão foi aprovada, por unanimidade, a designação de membro-embaixador: Carlos Zorrinho, que com a sua experiência nos processos de inovação regional e pela ligação às instituições europeias será um contributo decisivo para a afirmação deste Conselho.

Foram abordados aspetos relativos à governação, monitorização e avaliação da EREI – Estratégia Regional de Especialização Inteligente e identificada a necessidade de articular dimensões institucionais (de resposta a desafios de coordenação de iniciativas, de instrumentos de política e de dinamização dos atores regionais e setoriais) e dimensões técnicas (de acompanhamento e monitorização e também de apoio ao Conselho Regional de inovação).

Após a abertura da sessão pelo Presidente da CCDR Alentejo, António Ceia da Silva, o Vogal Executivo do PO Alentejo 2020, Tiago Teotónio Pereira apresentou principais linhas da versão-projeto do Programa Alentejo 2030, que se encontra em consulta pública.

O Modelo de Governação da EREI 2030, e os elementos de operacionalização na vertente Monitorização fizeram parte dos temas abordados pela DSDR e OADR.

No final dos trabalhos houve uma partilha de preocupações relacionadas questões demográficas de perdas de população e com a dificuldade de atração e retenção de talentos para a Região, tendo sido estabelecido o calendário para um Roteiro de Inovação no Alentejo.

© 2022 Copyright: DSTIC | CCDR Alentejo