INE | Anuários Estatísticos Regionais



 Os Anuários Estatísticos Regionais, cuja divulgação se iniciou na primeira metade da década de 90, constituíram a publicação de referência na disponibilização de informação estatística à escala regional e municipal.

edição de 2020 inicia um novo formato de divulgação permitindo uma consulta mais direta aos dados – nos temas analisados nas sete regiões – salientando-se o acesso à série retrospetiva, para a maioria dos indicadores, através das ligações à Base de Dados.

Para além da apresentação temática, o Instituto Nacional de Estatística (INE) disponibiliza, também, o acesso integrado aos conteúdos dos Anuários Estatísticos Regionais: XLSX e CSV.

As publicações anteriores de cada Anuário Estatístico Regional estão disponíveis, desde a primeira edição, em Produtos | PublicaçõesAERRegiãoNorte | AERRegiãoCentro | AERÁrea Metropolitana de Lisboa | AERRegiãoAlentejo | AERRegiãoAlgarve | AERRAAçores | AERRAMadeira.

O INE divulga os Anuários Estatísticos Regionais, disponibilizando um conjunto vasto de informação estatística à escala regional e municipal. Dos temas alvo de análise neste Destaque salienta-se:

• No Território, em 2018, quase dois terços do Continente era ocupado por área florestal e agrícola, registando as regiões Centro e Norte as maiores proporções de floresta e de área agrícola, respetivamente.

• Na População, em 2019, o número de habitantes no país cresceu +0,19% face ao ano anterior, invertendo-se o sentido da variação anual da população ocorrida nos oito anos anteriores. Esta dinâmica positiva ocorreu em 9 das 25 sub-regiões do país, sendo mais expressiva na AML (+0,59%) e no Oeste (+0,54%).

• Na Construção e habitação, a Área Metropolitana de Lisboa e o Algarve concentraram cerca de três quartos do total do valor dos prédios urbanos adquiridos por não residentes em Portugal.

• Na Administração regional e local, em 89 dos 308 municípios, a receita própria representou mais de 50% da receita total das operações não financeiras. Destacaram-se, com valores mais elevados os municípios de Lisboa, Lagoa e Albufeira. Saiba mais aqui

© 2021 Copyright: DSTIC | CCDR Alentejo