XII SESSÃO DAS JORNADAS SOIH2 ALEX – 19  de MAIO de 2022, ÉVORA  (ALENTEJO)



Alentejo e Extremadura (ALEX) são duas regiões europeias, históricas, mas periféricas, inter conectadas pela sociedade, o território, as suas infraestruturas (estradas, caminho de ferro, redes eléctricas e digitais, etc.) e especialmente pelos seus recursos endógenos (rios, montado, sol, etc.); mas, para além disso, também por uma iniciativa inédita: SoIH2 (Sudoeste Ibérico do Hidrogénio). Em ALEX, coração da antiga Lusitânia, trabalha-se para avançar na senda da Transição Ecológica, perseguindo novos horizontes socio-económicos baseados no aumento da qualidade de vida dos seus cidadãos e do seu ambiente, desenvolvendo o hidrogénio como novo vector energético, instrumento de eficiência para o aproveitamento energético. A iniciativa procura potenciar diversos factores-chave para o desenvolvimento tecnológico-industrial que induza a criação e a atracção de empresas com mais empregos locais e regionais. ALEX, deste modo, para além de contribuir com recursos primários para a descarbonização, devolve à Sociedade emprego e actividade económica, estimulando uma mudança de ciclo que inverta o despovoamento e a escassez de investimento e promova a criação de emprego qualificado.

Na cidade de Évora a centralidade do Alentejo assume-se por excelência e aí encontramos a sede das instituições com um papel mais relevante no processo de desenvolvimento regional, quais sejam a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional e a  ADRAL – Agência de Desenvolvimento Regional do Alentejo,  para não sermos mais exaustivos. A Universidade de Évora acolhe há mais de uma década a Cadeira de Energias Renováveis, que tem um trabalho notável no domínio da energia solar e suas aplicações, onde se destaca a produção de electricidade, a dessalinização, os novos combustíveis, entre outros.  

No próximo dia 19 de Maio, a equipa de SoIH2 ALEX convida-os a participar, seja presencialmente em Évora, seja através de streaming na apresentação e debate dos diferentes aspectos relacionados com a produção de gases renováveis, onde se inclui o hidrogénio verde, de acordo com o programa que segue.

Para avançar nesse debate, a XII Sessão das Jornadas sobre o ciclo temático do hidrogénio abordará novos aspectos derivados dos últimos avanços técnicos, científicos e institucionais que permitirão um avanço acelerado do processo que se considera irreconciliável com o uso continuado da energia fóssil e que o actual conflito bélico na Ucrânia veio acentuar, sobretudo no que respeita à sua origem geopolítica.

O espaço de comunicação e debate e de visita de terreno que se propõe para a Sessão de Évora , assume a seguinte forma:

  • Todo o dia

Apresentação de posters/maquetes, entre os quais:  Talgo VITAL ONE e cartazes do “Prémio Talgo”; Proposta de   Hidroduto em ALEX;  Corredores no Sudoeste Ibérico; Vale do Hidrogénio; Sines porto transoceânico para um terminal de hidrogénio; Plataforma internacional 3E-ALEX; digitalização energética de ALEX; automóvel Toyota Mirai; projecto inovador hibridação de quatro tecnologias SoIH2-RPI; CIAE (Cáceres) Y CIEREE (Badajoz); Projecto Valdetorres; Projectos de I&D do Centro Valoriza – I.P.P.; etc. (a confirmar)

  • 19 de Maio de 2022

SESSÃO DA MANHÃ

Tema Geral – Pirólise, gaseificação e panorama empresarial

09h – 09h 15min. Recepção dos participantes e boas vindas pelos Co-Directores das Jornadas SoI H2 ALEX.

09h15 – 09h 30min – Abertura da Sessão com intervenções de: António Ceia da Silva (Presidente da CCDR Alentejo), João Grilo (Presidente da ADRAL) e Samuel Ruiz Fernández (Junta de Extremadura – Director General de Industria, Energia y Minas)  

Mesa Redonda 1Tecnologias da gaseificação

09h 30 min. – 10h. – Paulo Brito (Centro Valoriza – I.P.Portalegre): Processos de gaseificação

10h. – 10h 30 min. – Pedro Horta (Cátedra das Energias Renováveis – U. Évora): A energia solar na produção termoquímica de hidrogénio e combustíveis renováveis

10h 30 min. – 11 h –  Juan José Manso (Investigador Senior) : O potencial da biomassa para a produção de hidrogénio com recurso à geseificação

Coffee –break (11h – 11h30min)

Mesa Redonda 2Empresas na economia do hidrogénio – Exemplos

11h 30min – 12h. – Hugo Lucas (Resilient Group, Lda.) – Cadeia de valor da economia do hidrogénio, numa perspectiva empresarial

12h – 12.30min. – Pedro Veríssimo (HRV – Equipamentos Industriais, S.A) – A produção, testagem e instalação de equipamentos para gaseificação (a confirmar)

12h30min – 13h.  – António Lecuona (Universidad Carlos III, Madrid) – Concentração solar e produção de electricidade na produção de hidrogénio verde

Pausa para almoço (13h – 14h 30min)

SESSÃO DA TARDE

15.00 – 17.00 h. – Visita  de  terreno  às  infraestruturas  da Cátedra das Energias Renováveis da Universidade de Évora, localizadas no Pólo da Mitra: EMSP – Évora Molten Salt Platform e PECS – Plataforma de Ensaios de Concentradores Solares.

 NOTAS:

  • SOIH2 ALEX constituiu-se juridicamente como “Clúster do Vale do Hidrógeno SOIH2 ALEX AEIE” e tem uma carteira de projectos muito atractiva, constituindo-se como ponto de referência para todo o tipo de investimentos relacionados com as energias renováveis e o hidrogénio, e especialmente a mobilização de acções para a industrialização de equipamentos nesses sectores; também como vector para a mobilidade e a descarbonização da Industria e dos Serviços.
  • O  novo espaço industrial de produção de energia verde tendo como destino o hidrogénio e outras aplicações como a hibridação de tecnologias de geração e regulação requer a inovação e desenvolvimentos em tecnologia, que ALEX propõe que sejam implantadas no seu território já que se trata de um território vasto, de baixa densidade e com todo o tipo de recursos.
  • Por último, o novo contexto requer a criação de um tecido organizativo adaptado às novas exigências: legislativas, administrativas, regulamentares, formativas, etc., aumentando as inter conexões, colaborações procurando complementaridade e coordenação para lograr eficácia e, em resumo, que potencie a relação do público com o privado.

INFORMAÇÃO ÚTIL:

  • Será assegurado transporte colectivo, gratuito, entre a cidade (CCDR Évora) e o Pólo da Mitra da Universidade de Évora, para todos os participantes presenciais no evento.
  • A unidade hoteleira “MOOV Hotel Évora”, situada na Rua de Raimundo, n.º 99, em Évora, aceita reservas pelo telefone n.º +351.220 407 000, ou correio electrónico: evora@hotelmoov.com  ou no sítio web: https://hotelmoov.com/hoteis/evora/hotel-moov-evora/, oferecendo a todos os participantes neste evento uma tarifa especial no regime de alojamento e pequeno-almoço.
© 2022 Copyright: DSTIC | CCDR Alentejo