Região Alentejo conta com 9 espaços de Coworking em funcionamento nos Territórios do Interior de Portugal e outros 10 estão em fase de preparação de abertura.



Por iniciativa do Ministério da Coesão Territorial e Secretaria de Estado do Desenvolvimento Regional foram elaborados Acordos de Colaboração envolvendo as Comissões de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR), as Comunidades Intermunicipais (CIM) e as Câmaras Municipais com a colaboração dos Ministérios do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social (através do IEFP, I.P.) e da Presidência do Conselho de Ministros (através da DGAEP), com o objetivo de, conjuntamente, ser formada uma Rede Nacional de Espaços de Teletrabalho/Coworking nos Territórios do Interior de Portugal.

Na Região Alentejo, até agora, foram formalizados 19 Acordos de Colaboração que compõem a Rede, dos quais 9 espaços já se encontram em funcionamento. Estes, encontram-se dispersos por 9 Municípios (1 por município), podendo ser consultada a respetiva localização AQUI.

Estes espaços encontram-se equipados, com acesso à internet, estando disponíveis para todos os cidadãos que pretendam trabalhar em regime de teletrabalho, qualquer que seja a sua entidade patronal, pública ou privada, por conta de outrem ou por conta própria.

Os potenciais interessados poderão encontrar mais informações sobre cada espaço, o horário de funcionamento, as regras e os custos de utilização junto das instituições responsáveis pela gestão dos mesmos ou nas respetivas Câmaras Municipais, através dos contactos disponíveis AQUI.

A Rede de espaços de Coworking no Alentejo integra a Rede Nacional de Espaços de Teletrabalho/Coworking nos Territórios do Interior e comunga dos mesmos objetivos, nomeadamente contribuir para o combate às alterações climáticas, para a descarbonização, para a resposta ao desafio demográfico, para a construção da sociedade digital e para a redução das desigualdades, em convergência com os desígnios da União Europeia e os desafios estratégicos do Programa do XXIII Governo.

Sendo o Alentejo uma região de muito baixa densidade populacional, o teletrabalho e o coworking permitem a diminuição das assimetrias geográficas, a fixação e atração de pessoas e empresas, a redução da necessidade de deslocações e consequentemente da pegada carbónica, a conciliação entre a vida profissional e familiar e melhoram a qualidade de vida das populações.

Consulte aqui o Folheto Informativo da Rede Nacional de Espaços de Teletrabalho/Coworking.

© 2022 Copyright: DSTIC | CCDR Alentejo